crônica

(Un) Lost

13:08

      
Fonte
      Eu sei que é um tanto quanto chocante ver um post novo aqui, já que faz meses que não posto. Eu poderia falar mil motivos por não ter postado, mas o único, verdadeiro motivo e que importa é que eu não quis postar, e quando eu quis não consegui. Quanto mais tempo, passava mais desconfortável eu ficava em voltar a escrever, e mesmo agora me sinto uma intrusa aqui nesse espaço, porque já não sei mais o quanto da pessoa que eu fui nesse blog ainda está aqui. E isso não é ruim, é só que as coisas mudaram, e mudam, os objetivos, sonhos, vontades e até mesmo os problemas mudam, e não é que eu não queira que as coisas mudem, é que as vezes só estamos meio perdidos mesmo, tentando nos adaptar. 

      E como fiquei muito tempo sem escrever por aqui falta muito das minhas mudanças entre os posts. Eu não posso simplesmente reviver tais momentos postá-los agora, fora de contexto, fora do tempo. Mas o que posso fazer é voltar a partir daqui e seguir com isso, porque é o que gosto, estar aqui e escrever, e saber que tem alguém aí que lê.

        O que quero dizer é que o que ficou para trás ficou, não dá pra postar nos meses que não postei, e não dá pra refazer o que já fiz. No fim das contas isso serve pra tudo na vida, chega uma hora que você só segue e pronto, e é bom quando você consegue fazer isso, porque ficar parado e preso em um mesmo lugar só faz com que você não viva.

       Enfim, o post confuso foi só um desabafo para eu poder voltar a postar as coisas normais que gosto, como sobre livros, música, moda, bobagens e até mesmo esses textos de sentimentos e coisas da vida.

       Ah, e o título é na verdade o nome de uma música da banda The Maine, minha banda preferida (fui em um show deles em julho, vou postar sobre isso depois, juro) e na música tem um frase fantástica que descreve exatamente o que sinto agora "I'm not looking to be found, Just want to feel unlost"


Conheça minha loja!

Acesse também

0 comentários

Se inscreva

Curta no Facebook