09 dezembro 2020

Bem-vindos a Rua Maravilha | Gabriel Mar


Oi todo mundo, hoje eu vou fazer uma resenha de um livro nacional lgbtqia+ que mexeu muito comigo. Enquanto eu lia esse livro eu pensei sobre bastante coisas e inclusive sobre os defeitos que eu tenho. Esse livro é o Bem-vindos a Rua Maravilha.

Essa história é bem diferente de todas que já li por ser sobre um musical, e sobre os bastidores desse musical. A ambientação do livro é muito interessante e mostra um pouco sobre como seria a vida de atores amadores de teatro. Nós acompanhamos o processo de criação dessa história, a busca por atores, e depois acompanhamos os ensaios da peça. Eu torci pela peça deles, e vibrei com eles quando o musical finalmente foi realizado. 

O protagonista desse livro tem muitos problemas com insegurança e também tem um pouco de egocentrismo, ele tende a achar que tudo gira em torno dele, e de forma negativa, e infelizmente eu me identifiquei muito com ele. Eu lembro de ler os amigos do personagem principal criticando ele e sentir que aquelas críticas eram para mim., e isso muitas vezes foi duro, e acabou deixando o livro mais pesado e mais tocante para mim. 

No geral eu achei esse livro muito melancólico, um livro com muitas reflexões e que foi de certa forma, até um pouco angustiante para mim, por ter me feito pensar mais sobre a minha vida e sobre minhas ações. Depois de terminá-lo eu fiquei com uma leve ressaca literária, justamente por ter refletido muito enquanto eu o lia. A história em si é bem simples, a escrita também, mas o fato de eu ter me identificado tanto com o protagonista trouxe uma carga extra para mim.  

Nas resenhas do skoob vocês podem ver que muitas pessoas acharam o personagem principal um chato, e não gostaram da história por isso, mas acho que justamente as pessoas que se vêem nele é que conseguiram se conectar mais com a história. É triste na verdade, porque ele é chato mesmo, e aí é que está o problema, se eu também sou assim, risos. 

Enfim, vocês já leram esse livro? Gostaram da história? Se conectaram com ela como eu? Conseguiram encontrar seus defeitos refletidos nele, e conseguiram refletir pelo menos um pouco sobre suas atitudes? Comentem aí e até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário